Datas Religiosas

Qual o significado da Paixão de Cristo?

Mesmo os católicos menos praticantes sabem da importância que a Paixão de Cristo tem no universo cristão. Existem inúmeros filmes e documentários a respeito do assunto e com diferentes abordagens relatando como foram os últimos dias do Filho de Deus entre os homens.

Contudo, algumas visões conturbadas podem confundir àqueles que procuram entender qual é o verdadeiro sentido desta época tão fundamental no calendário cristão. Por isso, neste artigo vamos explicar qual o significado da Paixão de Cristo e qual é a sua importância para toda a humanidade!

Afinal, o que é a Paixão?

Antes de entrarmos nas questões históricas, vale fazer uma observação sobre o significado do termo “paixão”. Dentro de nossa cultura, muitas pessoas acreditam que a paixão é um sentimento que está abaixo do amor. Isto é um grande equívoco. A origem desta palavra vem de Pacio, que significa sofrimento. Por outro lado, a paixão também pode ser compreendida como um amor maior e incondicional.

No primeiro momento, pode até parecer contraditório. Mas, se analisarmos bem tudo faz sentido quando usamos a Paixão para designar o amor intenso e sem medidas que Jesus sentiu por nós, sendo capaz até de sofrer e morrer na cruz para redimir nossos pecados.

Como aconteceu a Paixão de Cristo?

A Paixão de Cristo relata os últimos dias de Jesus na Terra entre os homens, desde a última ceia, passando pelo momento em que é preso no Monte das Oliveiras, após receber o beijo de traição de Judas Iscariotes, até a hora de sua morte pela crucificação.

Jesus foi julgado e condenado pelo “crime”de se autoproclamar como o Rei de Israel, e ainda viu Barrabás, um assassino confesso, ser absolvido por seu próprio povo sob os olhares de Pôncio Pilatos, o governador da Judéia, que lavou suas mãos diante da decisão. Mesmo assim, Jesus aceitou sua condenação e passou por todos os flagelos que os criminosos eram submetidos durante o Império Romano.

Leia Também   Dicas para a celebração do batizado

O que mais nos encanta, comove e faz acreditar na força do amor que Jesus sentia por nós é saber que ele sempre teve a escolha de poder desistir de todo o sofrimento e dor pela qual passou. Porém, ele preferiu morrer na cruz para que os nossos pecados fossem perdoados e para que pudéssemos contemplar Sua Graça divina e estarmos mais próximos do Reino dos Céus!

Dessa forma, fica claro porque a Paixão de Cristo é um dos momentos mais importantes de ser relembrado pelo calendário cristão e porque ela deve ser celebrada e propagada em homenagem e retribuição ao amor maior que Deus e o Senhor Jesus Critos têm por nós.

Por isso, compartilhe essa história de amor com aqueles que ama e não deixe de acompanhar outros posts aqui do blog da SJO!

Cadastre-se para receber

notícias e promoções.

Comentários

Loja SJO - Produtos em Destaque