Curiosidades Religiosas

Os mitos comuns do Batismo na Igreja Católica

Uma das celebrações mais bonitas e significativas da Igreja católica é o batismo. Ele é o primeiro sacramento que recebemos e representa o início da jornada cristã, quando uma criança ou adulto torna-se um discípulo de Jesus e abre o caminho para a sua salvação.

Ainda que este tipo de celebração seja antecessora ao próprio Cristo, até hoje muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é ou não permitido nessa cerimônia. Por isso, se você também tem dúvidas, veja aqui quais são os mitos comuns do Batismo na Igreja Católica e entenda melhor o papel de cada pessoa envolvida nesse sacramento.

Somente homens e mulheres casados podem ser padrinhos

Muita gente acredita que para batizar uma criança é necessário que os padrinhos sejam casados entre si. Contudo, essa regra não existe. Você pode chamar duas pessoas solteiras para serem padrinhos do seu filho. A única exigência é que sejam batizados e crismados na Igreja Católica.
Mas, vale ressaltar que no caso de padrinhos casados entre si, eles devem ter recebido a confirmação do matrimônio na Igreja Católica e não somente no civil.

Os pais da criança devem ser casados

Um dos mitos comuns do batismo é as pessoas acreditarem que para batizar uma criança, seus pais precisam ser casados na Igreja Católica. Contudo, essa mentalidade tem mudado muito e o próprio Papa Francisco já afirmou que não se deve negar o sacramento do Batismo a nenhum cristão.
Por isso, não importa se o pai e a mãe da criança são casados, têm uma união estável, estão separados ou divorciados. Como podemos ver acima, as regras para o batismo só serão mais rígidas mesmo para a escolha dos padrinhos.

Leia Também   As Promessas de Nossa Senhora Para Fiéis Que Rezarem o Rosário

Os pais da criança precisam ser católicos

A mesmo argumento usado para explicar porque os pais não precisam ser casados para batizar a criança, vale para explicar porque eles não precisam ser católicos para realizar a execução desse sacramento.
Mas, mesmo que os pais não tenham sido batizados, a partir do momento que eles aceitam que seu filho receba o batismo é fundamental que eles guiem a criança, junto com os padrinhos, para seguir o caminho e os conceitos da fé cristã.

Só crianças podem ser batizadas

Ao contrário do que muitos acreditam, não existe uma idade mínima ou máxima para receber o sacramento do Batismo na Igreja Católica. Ainda que o mais recomendado é que a criança seja batizada o mais cedo possível, quaisquer pessoas que, por qualquer razão, não tenha sido batizadas, podem expressar sua vontade e receber esse sacramento.

Ficou mais claro agora? Então, aproveite para conhecer as lembrancinhas e artigos de batismo da SJO e deixe essa celebração ainda mais especial!

Cadastre-se para receber

notícias e promoções.

Comentários

Loja SJO - Produtos em Destaque